A Importância da Análise de Balanços na Gestão da Empresa

O principal objetivo da Contabilidade é fornecer informações para a Tomada de Decisões por parte dos Gestores e Administradores das empresas, sejam estas com ou sem fins Lucrativos.

Além os Gestores e Administradores do Negócio, existem vários outros usuários da Contabilidade, como os Fornecedores, Bancos, Governo, Clientes, entre outros, cada um com seus próprios interesses. Por exemplo, os Bancos querem saber se a empresa tem condições de pagar as linhas de crédito que estão solicitando. Os Clientes querem saber se a empresa tem condições de entregar os produtos que está comprando.

Muitas das vezes um dos grandes interessados nas informações da Contabilidade é o Governo, pois pretende controlar os pagamentos de Tributos, seja em espera Federal, Estadual ou Municipal. Sendo que para este controle acaba criando uma série de obrigações acessórias que a empresa deve entregar periodicamente.

Todas essas Obrigações Acessórias criadas pelo Fisco, bem como devido ao interesse dos demais usuários da Contabilidade, acaba por comprometer uma quantidade relativamente alta de horas de trabalho e muitas vezes os Gestores e os próprios Contadores acabam por esquecer da principal função da Contabilidade.

Função essa de fornecer informações úteis e de forma tempestiva para a Tomada de Decisões por parte dos Gestores e Administradores do Negócio.

Com base nestas informações fornecidas pela Contabilidade nos Demonstrativos Contábeis, principalmente o Balanço Patrimonial e a Demonstração do Resultado, é possível extrair informações importantes para o controle e planejamento das atividades da empresa.

Estas informações são extraídas pela Análise de Balanços, onde é possível calcular e analisar uma série de índices que demonstram a posição econômica e financeira da empresa em determinado período e comparar com períodos anteriores, para desta forma, termos uma visão da evolução da empresa ao longo do tempo.

As mais conhecidas são a Análise Horizontal e a Análise Vertical. Sendo que a análise Horizontal consiste em comparar cada elemento do Balanço Patrimonial ou da Demonstração do Resultado com os respectivos saldos em períodos anteriores. Já a análise Vertical consiste em comparar determinado elemento em reação ao total do grupo, utilizado com mais frequência na Demonstração do Resultado.  

Temos também os índices de Liquidez que analisam a capacidade de pagamento da empresa em relação as suas Obrigações, comparando as mesmas com os recursos disponíveis.

Outra questão importante a analisar é o Grau de Endividamento da empresa, que pode ser analisado pelos índices de Endividamento. Sendo que um aspecto importante ao analisar o Endividamento é saber se as Dívidas são de Curto ou Longo Prazo.

Mas tanto no índice de Liquidez como no Endividamento é necessário analisarmos também os prazos de recebimentos dos recursos, bem como os prazos de pagamento das Obrigações, pois podemos ter diferenças consideráveis nestes prazos o que pode causar dificuldades financeiras mesmo em empresas que tem ótimos índices de liquidez por exemplo.

Outro índice muito importante para ser analisado é a Análise da Rentabilidade da empresa, ou seja, as margens de Lucro ou Margem Operacional do Negócio. Pois caso a empresa não estiver sendo lucrativa, seria mais vantagem para os proprietários fazerem outro tipo de investimento.

É importante sempre analisar todos os índices e informações extraídas deles em conjunto, pois um único índice de forma isolada pode nos levar a uma interpretação incorreta da verdadeira situação econômica e Financeira da Empresa que estamos analisando.

Mas jamais podemos deixar de utilizar as informações fornecidas pela Contabilidade para a nossa Tomada de Decisão, pois podemos extrair informações e detalhes muito importantes dos dados apresentados nos Demonstrativos Contábeis.

“Minha Consultoria se baseia em três pilares fundamentais para toda Empresa de Serviços Contábeis: Planejamento, Controle e Organização”

Anderson Jones Maske